quarta-feira, 9 de maio de 2018

Dannemann uma história peculiar no mundo do charuto. Um encontro bacana no Humphrey Cigar Club.


Nessa semana o melhor e mais confiável espaço dos puros tabacos do Rio Grande do Sul, Humphrey Cigar Club ,realizou mais uma edição de encontro dos seus confrades em noite de pura qualidade desde o  tabaco passando pela gastronomia até o  serviço.


Degustação do Dannemann Robusto 2010. Soma-se a isso o menu preparado pelo Chef Michel. 
Entrada com terrine de vegetais.


Prato principal: 
Risoto caprese com filé grelhado em crosta de amêndoas e queijo parmesão.


Além desses dois ingredientes vale lembrar de outra face importante desses encontros: a oportunidade de conversar (debater) sobre música, arte , charutos e política com amigos especiais. 


Entre eles o Rafael Azevedo, Coralio Gonçalves, Ricardo Silveira, Darcy Pianta, Roberto Roedel, Cabrito, Nando Gross, Capra, Augusto Bisson, Mauricio Placeres , Mauricio Dois , e outros conhecidos apreciadores dos puros. 

Tem mais.
 O gestor da Dannemann, Raphael, fez uma qualificada apresentação sobre os produtos e história da marca. 
Pena que vários queridos amigos não conseguiram participar. Entre eles: Mario Nasi, Múcio Castro, Beto Bottega, Pedro Marques, André Luiz Oscar, Futuro, Paulo de Tarso Pinheiro Machado, Chico do Barranco, Fernando, Telmo, Julio, Roque Callage, e Cezar Roedel.
Independente disso parabéns a Dannemann e ao Humphrey Cigar Club pela realização desse encontro  memorável.
Se você quiser conhecer um pouco (ou tudo) sobre a história dessa histórica fábrica de charutos confira ai: 

https://nationalgeographic.sapo.pt/historia/grandes-reportagens/1718-a-seducao-dos-charutos-baianos

Trilha:
 https://www.youtube.com/watch?v=gW2d5DKOXWw

2 comentários:

  1. Maravilha, amigo Gil! Quem aprecia um puro, sabe o que significa um encontro desses.

    ResponderExcluir
  2. Dissestes tudo amigo Francisco. Não tem preço. Valeu o prestígio de sempre.

    ResponderExcluir