sábado, 28 de maio de 2011

Talento da Bibiana e do Fábio.


O post de hoje é uma homenagem ao talento. Talento de compor e cantar. Talento de clicar.
A Bibiana Petek conheci criança, filha do grande Mário e da Ana. Irmã da Mariana e do João Pedro. Queridas figuras. Bibi é compositora e cantora. Talentosa.


O Fábio conheci já “barbado”. Seus clics (ele escreve com k) expressam talento.
Confiram a estréia da peça e da mostra. Bibiana e Fábio. Primeiro  e quatro  de junho.
No dia 04 estréia, no São Pedro,  a peça com texto de  Nelson Rodrigues  que terá tema musical da Bibiana.  É a história  do excessivo ciúme que Olegário sente pela segunda esposa, Lídia, e como isso atrapalha a vida do casal. A situação piora ainda mais quando Olegário fica paralítico  pois a todo instante ele atormenta a esposa, com acusações ofensivas.Olegário então contrata pessoas para vigiar Lídia a todo instante, desde a ida à modista até à padaria perto de casa. A obsessão do marido é tanta que até o mendigo louco que mora nas ruas é visto como um amante de Lídia.Na casa ainda moram o chofer Umberto; a mãe de Dr. Olegário, D. Aninha, que é tida como insana mas, nenhum mal faz; Maurício, irmão de criação de Lídia; assim como a criada Inézia e a mãe de Lídia, Dona Márcia.Todo o desenrolar da trama acontece em um único ambiente: a sala da casa de Olegário.


A trilha da peça foi produzida pela Loop Reclame já  a música e letra é da Bibiana Petek , menina de 18 anos que já está fazendo "barulho" com suas composições. Quer ouvir uma a Bibiana clique aqui: http://soundcloud.com/mari-petek/luxuria-peca-teatro-n-lson


Já a  mostra do Fábio , segundo seu texto: Imagine uma ilha no Caribe com pouco mais de 1200 quilômetros. Acrescente a colonização espanhola sustentada pelo trabalho de escravos africanos, seguida da interferência norte americana. Some a isso o longo embargo econômico e a influência soviética decorrentes de 50 anos de Revolução Socialista. E tudo isso a 350 km de Miami.Você está começando a entender Cuba.As fotografias desta exposição foram feitas em 2011.


Um tempo em que passado e presente se confundem. A caderneta de racionamento convive com os pequenos negócios. Os Bel Air e Lada disputam as ruas com automóveis novos de marcas europeias. O reggaeton é a música preferida das novas gerações, e nos hotéis e paladares a Coca-Cola já aparece junto à TuKola, conquistando espaço no refrigerador.São imagens de um povo forte, que traz estampado no rosto o orgulho de sua origem. Embalados pela salsa e pelas ondas do mar turquesa, os cubanos mostraram ao mundo que com entusiasmo e esperança todas as adversidades podem ser superadas.São instantâneos de um viajante na Cuba pós Fidel, mas ainda na Cuba dos Castro.
A trilha para a mostra do Fábio é Simply Red Live in Cuba : http://www.youtube.com/watch?v=MXK8ODZazYQ
Simply Red Live in Cuba
Confiram a mostra do Fábio a partir de 01 de junho no Instituto Cervantes em Porto Alegre, a partir das 19h . Segue até 26 de junho.
Fotos do "Lada e jornaleiro" , obviamente, by Fábio Rebelo.

2 comentários:

  1. Realmente a Bibiana e o Fábio são bons exemplos do talento de compor/cantar e clicar.

    ResponderExcluir